Siga!

Lançamento

Benito Di Paula festeja 80 anos e anuncia novo álbum com faixa ao lado do filho: “O Infalível Zen”

Canção é a faixa-título do novo disco da dupla, primeiro registro com composições inéditas de Benito em 25 anos

Foto: Murilo Mendes

Inspirado pela descoberta de uma série de composições engavetadas por Benito Di Paula, Rodrigo Vellozo uniu a surpresa à celebração do octogésimo aniversário do pai para lançar O Infalível Zen, disco de inéditas que marca o primeiro trabalho de estúdio entre pai e filho.  O registro fonográfico, que também conta com a direção artística de Rodrigo Vellozo ao lado do compositor Romulo Fróes, está marcado para chegar no último domingo de novembro, data em que Benito completa seus 80 anos. Para debutar este registro, eles apresentam a faixa-título. “O Infalível Zen” é lançada hoje, 12 de novembro, em todas as plataformas de streaming.

O trabalho vem acompanhado de um videoclipe que exibe cenas de dentro dos bastidores do estúdio Da Pá Virada, em São Paulo, com Rodrigo e Benito gravando a canção junto à banda, mostrando os músicos em seus processos criativos, seja cantando ou tocando. “Fomos em busca de uma estética que, seja pela reverência ou pela ruptura, apresentasse um panorama das múltiplas e infinitas capacidades criativas de um artista extremamente popular como é meu pai”, conta Vellozo sobre o processo de composição do single, junto ao roteiro do videoclipe.

Assista aqui com exclusividade:

Com composição de Benito di Paula e letra do cantor e compositor Rodrigo Campos, o single foi construído de maneira coletiva, passando por uma transformação que desencadeou na música que intitula o álbum. “Zen é o estado de felicidade plena para o budista. Aqui, a palavra é levemente subvertida, como se a paz só pudesse existir na morte, sendo ela a única força infalível no universo”, explica Campos. A canção é um retrato sobre a relação artística entre pai e filho: “O canto do meu pai, seus improvisos vocais e sua fala trouxeram significados ainda mais profundos para as figuras míticas criadas pelo Rodrigo Campos na dramaturgia da letra. De tão definitiva que foi, a intervenção do meu pai, inclusive, mudou o título da canção, que se chamava ‘O menino no quintal’”, conta Vellozo. “A figura mítica do ‘Infalível Zen’ que ele assume de certa forma para mim, também é vista com irreverência debochada por ele”, completa.

 

Crédito: Murilo Alvesso

SOM: De que forma o single O Infalível Zen apresenta a essência do disco? Por que foi escolhido como o primeiro?

Rodrigo Vellozo: Acho que o single ganhou o destaque pela força simbólica que a imagem construída pelo Rodrigo Campos carrega em relação ao meu pai, à nossa relação e ao momento que vivemos. O álbum é uma celebração aos 80 anos do meu pai. É sobre um grande artista revendo sua história, refletindo sobre ela a partir do seu momento de vida atual. Essa canção de muitas formas sintetiza e apresenta o álbum tanto do ponto de vista estético quanto poético.

SOM: Quais as principais mensagens que o conjunto da música com o clipe passam?

Rodrigo Vellozo: O clipe mostra nosso momento de estúdio, de criação e entendimento desse processo. Descortina parte da força criativa do meu pai e dos artistas envolvidos.

 

Ficha Técnica:

Voz: Benito Di Paula e Rodrigo Vellozo

Guitarra: Allen Alencar

Bateria, Ganzá e Adufe: Igor Caracas

Bass Synth e Baixo Elétrico com arco: Marcelo Cabral

Guitarra: Rodrigo Campos

Sax e Flauta: Thiago França

Clarone: Maria Beraldo

 

Escute o “Infalível Zen”:

Escrito por

Acredito no poder de transformação social da música e busco conhecê-la desde o seu contexto, nas narrativas periféricas de produção em cultura e na história que não é única. Comunicadora e criativa, garimpo vinil vez em quando.

Comente!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA MAIS

S.O.M. — Sistema Operacional da Música — Desenvolvido por Mídia NINJA, Fora do Eixo e Hacker Space.

Connect