Siga!

Efeméride

19 ANOS SEM SABOTAGE

Mauro Mateus dos Santos nasceu em São Paulo no dia 3 de abril do ano de 1973 e morreu cedo demais aos 29 anos neste dia 24 de janeiro do ano de 2003, vítima de um assassinato. Cria da Favela do Canão, Zona Sul da  cidade, teve uma trajetória marcada pelo respeito que conquistou em todos os lugares por onde passou.

Após sair da vida perigosa do crime, aos 19 anos, a música fez sua vida mudar e mostrou ser sua verdadeira missão. Seu talento foi reconhecido por grandes nomes do rap nacional e Sabota foi apadrinhado pelos Racionais Mc’s, RZO,  Rappin’ Hood, Bnegão entre outros.

Apesar de ter lançado em vida apenas um disco solo, O rap é compromisso, durante a sua carreira, Sabotagem fez participação em diversas músicas, como “Dorobo” do BNegão, “Black Steel In the Hour of Chaos” com a banda Sepultura,  em “A Banca” com  Charlie Brown Jr, “Piri-Pac” do KL Jay. O artista também atuou em dois filmes; “O invasor”, de Beto Brant, e “Carandiru”, de Hector Babenco.

As homenagens à sua obra e vida vieram de diversas formas: com o lançamento do disco póstumo Sabotage (2016); a biografia Um bom Lugar escrita por Toni C., e os documentários Sabotage – Nós e Sabotage: Maestro do Canão.

 

Assista ao documentário Maestro do Canão (2015):

Escrito por

Comente!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA MAIS

CAMARONES ORQUESTRA GUITARRÍSTICA E MANOEL CORDEIRO ANUNCIAM PARCERIA EM ÁLBUM DE INÉDITAS

Lançamento

Mulheres do fim do mundo!

Coberturas

Demarcação: Marina Peralta debate os direitos dos povos originários em novo single

Lançamento

Porto Musical chega em sua 10ª edição e marca cena da música brasileira no séc XXI

Novidade

S.O.M. — Sistema Operacional da Música — Desenvolvido por Mídia NINJA, Fora do Eixo e Hacker Space.

Connect