Siga!

Lançamento

Corpo Fechado: Novo single de Vuto, sobre autoestima

Em momento de introspecção e com autoestima colocada à prova, o rapper baiano VUTO desenvolveu seu single “Corpo Fechado”, lançado 22 de agosto, em todas as plataformas digitais. A composição também será acompanhada de uma videoarte disponibilizada no Youtube. 

Durante a pandemia do coronavírus e a necessidade do isolamento social, muitas relações interpessoais sofreram consequências. Com o artista, isso não foi diferente, o que acabou interferindo também na sua forma de lidar com seus sentimentos, algo expressado em seu novo single.

“Durante a música, fica intrínseca uma contradição, natural do ser humano, sobre a sua necessidade de se manter frio e fechado à essas interferências que abalam o psicológico e a autoestima. Mas, na mesma medida, dialogar com uma personalidade vulnerável, que é necessária para saber ser resolutivo”, completa VUTO. 

Continuando a lógica de expressar em suas canções pautas como autoestima da população negra, além de suas experiências pessoais, VUTO considera esse trap como uma egotrip, onde ele aborda o entendimento e consequências de lidar bem, ou não, com suas emoções. 

Questionado sobre o nome do single, VUTO explica: “Corpo Fechado, nas religiões de matriz africana, significa manter-se integrado com o universo, com a natureza e também com seu próprio corpo, representa estar com a mente sã e saúde em dia, o que é expressado como um processo contínuo durante a letra”. Na equipe que fez o single possível, teve  YAKO como produtor musical, Rei Lacoste fotografando e John Oliveira com a arte de capa. O videoarte foi feito por BRAZA. 

Ouça Corpo Fechado.

Conheça o artista!

VUTO é um artista baiano, crescido em Salvador, que está presente na cena do rap desde os 15 anos, quando começou a se apresentar em batalhas de freestyle. As influências na cena soteropolitana foram ficando mais presentes e, em 2014, lançou seu primeiro EP. 

Entre 2015 e 2019, lançou diversos singles, feats e álbuns. Além de se apresentar nas principais casas de shows da cidade e em projetos como Casa Tropical Devassa e Roda Cultural. Em 2021, VUTO retoma sua carreira com influências do rap, trap, mas também do indie, do pop e da MPB, unindo vivência, dor e amor. 

Escrito por

Beatriz Almeida é jornalista, pesquisadora da musicalidade baiana feminina, sobretudo no pagode, e pós graduanda em Gestão de Projetos e Metodologias Ágeis. Atua como Gerente de Projetos da plataforma Pagode Por Elas, MGMT da artista Amanda Rosa, da Chapada Diamantina, e também como consultora de projetos, planejamento estratégico e negócios dentro da Economia Criativa, Entretenimento e Música. Através do @ageminianaplanejadora compartilha sobre seu processo como multiprofissional freelancer e empreendedora.

Comente!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA MAIS

S.O.M. — Sistema Operacional da Música — Desenvolvido por Mídia NINJA, Fora do Eixo e Hacker Space.

Connect